Chegaram ao conhecimento do Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas, denúncias contra a empresa Mondial. Segundo elas, as lideranças da fábrica estão praticando assédio moral, com os trabalhadores que não estão indo fazer a hora extra, sendo que a empresa não esta cumprindo o acordo feito com o Sindicato através da Convenção Coletiva do Trabalho.

O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas (Sindmetal-Am), Valdemir Santana, informa aos trabalhadores da empresa Mondial que a entidade já está entrando com ação contra o assédio moral que acontece na empresa.