foto4

Fábrica já garantiu cerca de 300 empregos em Manaus (Foto: Indiara Bessa/G1 AM)

A empresa Positivo Informática, que inaugurou nova fábrica em Manaus na quinta-feira, (21),  pretende produzir de 80 a 270 mil PCs e tablets por mês.

Inicialmente fixada no estado do Paraná, a nova planta fabril da Positivo tem capacidade produtiva de 80 a 270 mil produtos fabricados por mês. Segundo o diretor Edson Toffoli, atualmente, a fábrica emprega cerca de 300 pessoas, mas pretende chegar até mil empregos gerados na capital.

“A gente trouxe linhas com conceito mais flexível, porque a nossa operação em Manaus estava concentrada em notebooks. Como agora a gente quer atender desktops, ‘tudo em 1’ e  tablets, as linhas precisam ser mais flexíveis, então ela veio para cá com um conceito diferente”, afirmou.

Para o presidente da Positivo, Hélio Rotenberg, a crise é um momento de oportunidades. “Não tem jeito, a gente tem que continuar. Realmente, a notícia do fim da isenção do PIS/Confins foi muito ruim para a indústria, porque além do aumento dos custos que estão acontecendo por causa do dólar, nós tivemos mais essa pancada de 10% no momento que o consumo cai”, comentou.

Segundo a superintendente da Suframa, Rebecca Garcia, mesmo com a crise, o modelo do Polo Industrial consegue atrair grandes empresas com propostas novas. “Apesar de estarmos vivendo um momento de não tranquilidade na economia brasileira, é um momento de se investir sim, demonstrar que o que estamos passando é passageiro, e que novas vagas de emprego estarão abrindo com empresas que começam a repensar o Polo Industrial de Manaus”, afirmou.

Fonte: G1 Amazonas