Foto: Reprodução

Sindicalistas protestam pedindo justiça. Foto: Reprodução

Após 3 anos do assassinato do Diretor Sindical José Augusto Lima Cruz, do Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas (Sindmetal), o homicida Ernani Puga Neto será levado à julgamento hoje (19), em sessão que começou agora há pouco.

Nesse momento, é grande a movimentação de sindicalistas em frente ao Tribunal do Juri, do Fórum Ministro Henoch Reis, Av. Paraíba, s/n – São Francisco. O julgamento está sendo acompanhado com muito interesse por membros da diretoria do Sindicato e por colegas de trabalho, que querem ver esse caso solucionado pela Justiça.

José Augusto Lima da Cruz, 48, ex-funcionário e aposentado da empresa Philips foi assassinado com dois tiros, um no peito e outro no braço no dia 1º de outubro de 2010, pelo segurança Hernani Puga Neto, 36, que prestava serviço à empresa Sony, no Distrito Industrial.

Fonte: Correio da Amazônia