“A Lenovo está brincando de demitir trabalhadores”, foi o que declarou o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas (Sindmetal), Valdemir Santana, ao ser informado das demissões de cipeiros, operadores e revisores com diferença salarial a receber, trabalhadores envolvidos em acidente com ônibus da empresa e uma trabalhadora eleita para a Comissão da PLR.

Segundo Santana, na sexta-feira (11), a direção da empresa se reuniu com os dirigentes sindicais do Sindmetal para comunicar a demissão de 450 trabalhadores alegando a queda nas vendas e a necessidade de redução do quadro de funcionário. Porém, o critério de demissão seria a partir da avaliação do histórico de cada trabalhador e não na forma como a empresa está realizando os desligamentos.

O presidente solicitou a intervenção da assessoria jurídica do sindicato, que encaminhou um ofício solicitando uma reunião com a empresa para esclarecer o ocorrido e tomar as medidas necessárias.