Trabalhadores que têm dúvidas relacionadas ao seguro-desemprego, abono salarial, entre outras, podem esclarecê-las ligando para a Central de Atendimento Alô Trabalho, do Ministério do Trabalho e Previdência Social. No primeiro semestre deste ano, os trabalhadores do Amazonas fizeram mais de 9,6 mil ligações para tirar dúvidas, conforme dados do órgão.

Qualquer trabalhador pode ligar para a central, gratuitamente, pelo número 158. O atendimento eletrônico é feito por informações pré-gravadas, onde o cidadão escolhe a opção desejada, após ouvir o menu de assuntos. A ligação pode ser feita de telefones fixos e públicos, 24 horas por dia e nos sete dias por semana. As ligações por telefone celular são cobradas.

No atendimento eletrônico, o trabalhador encontrará temas pré-definidos, como seguro-desemprego, abono salarial, carteira de trabalho e legislação trabalhista. Também é possível entrar em contato com a Ouvidoria do Ministério do Trabalho e agendar atendimento nas unidades físicas.

O trabalhador pode, por exemplo, obter informações sobre as novas regras do abono salarial. O calendário de pagamento do abono salarial do ano-base 2015, ou seja, dos trabalhadores que trabalharam em 2015, começa a ser pago a partir do próximo dia 28 de julho, seguindo as novas regras definidas pela Lei 13.134, de 16 de junho de 2015.  Quem trabalhou um mês no ano-base 2015 receberá parte do salário mínimo, e não 100% como determina a regra vigente até junho de 2016.

Em junho, foram feitas 2.060 ligações por trabalhadores do Amazonas. Foi o mês com maior busca por tirar dúvidas, por parte do empregado amazonense. O número em junho deste ano foi mais de duas vezes superior que junho do ano passado. Naquele mês, foram 806 ligações, 155,58% a menos que em junho de 2016.

De janeiro a junho, 9.661 ligações foram feitas por trabalhadores do Amazonas. O número é quase maior do que foi feito durante todo o funcionamento do Alô Trabalho em 2015, que foi lançado em 30 de abril.

No primeiro mês de funcionamento do Alô Trabalho, foram feitas 65 ligações do Amazonas, todas do município de Humaitá (a 590 quilômetros a sudoeste de Manaus). Já durante todo o ano de 2015, o trabalhador buscou a central para tirar dúvidas em 9.708 oportunidades.

Fonte: www.d24am.com