justi-aA Assessoria Jurídica do Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas (Sindmetal-AM) conseguiu ganhar, na Justiça do Trabalho, os processos de doenças ocupacionais e acidente de trabalho em três empresas do Polo Industrial de Manaus (PIM).

Ao todo, as empresas Amazon Aço, H-Buster e Samsung terão que pagar para três trabalhadores mais de 150 mil reais.

Segundo a Assessoria Jurídica, nos últimos 12 meses, o sindicato entrou com 496 ações na Justiça do Trabalho, sendo que a maioria dos processos são por doenças ocupacionais, com mais de 200 ações ajuizadas.

Trabalhadores ganham indenização por danos morais, estéticos e materiais

Amazon Aço

A Juíza Titular da Décima Sexta Vara do Trabalho de Manaus, Dra. Maria de Lourdes Guedes Montenegro, condenou a empresa Amazon Aço a pagar indenização por danos morais, estéticos e materiais ao trabalhador Herbert Erik.

O trabalhador foi representado pela Assessoria Jurídica Sindemtal-AM, sob o argumento de que o trabalhador foi contratado para exercer a função de Auxiliar de Produção, passou a exercer a função de Operador de Ponte Rolante e no dia 14/03/2014, enquanto trabalhava numa máquina rebobinadora, de forma inesperada, esmagou sua mão.

H-Buster

Alegando que pelas condições de trabalho na empresa H-Buster, a funcionária Lisna Portela, adquiriu doença ocupacional, a Assessoria Jurídica do Sindmetal-AM, baseando-se nisto, buscou a condenação da empresa e conseguiu decisão procedente na justiça, que condenou a H-Buster a pagar indenização por danos morais e materiais para a trabalhadora.

Samsung

Por unanimidade de votos, os Desembargadores do Trabalho da TERCEIRA Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 11a Região, deram a sentença para condenar a empresa Samsung ao pagamento de indenização por danos morais e danos materiais ao trabalhador Mario de Souza, devido o mesmo ter adquirido doença ocupacional na empresa.