A CUT está lançando em todo o país a sua Plataforma para as Eleições Municipais 2012, reafirmando o papel da mobilização da classe trabalhadora para a escolha de governantes e bancadas parlamentares comprometidos com o projeto de desenvolvimento sustentável e democrático defendido pela Central.

“Conforme o 11º CONCUT, o Estado que defendemos deve ser reorganizado segundo princípios democráticos, assentado na garantia e na ampliação de direitos especialmente os do trabalho -, na crítica ao predomínio dos princípios mercantis, para reverter a lógica privatista neoliberal de sucateamento e desmonte do Estado, e na constituição de uma esfera pública cada vez mais estruturada por processos de democracia direta e participativa”, ressaltou o presidente da CUT, Vagner Freitas.

Segundo Vagner, é no âmbito local que os cidadãos e as cidadãs, trabalhadores e trabalhadoras moram e que as políticas públicas devem ser mais vigorosas e concretas. Por isso, frisou, “o ano de 2012 é fundamental para exigirmos políticas que corroboram com nossas concepções democráticas e socialistas”.

A Plataforma da CUT para as Eleições Municipais 2012 está organizada em três Diretrizes Gerais: 1) valorização do trabalho, promoção da igualdade, distribuição de renda e inclusão social; 2) gestão pública democrática e participativa; 3) desenvolvimento sustentável.

Escrito por: CUT