Com os companheiros, Garcia (C), se prepara para impulsionar as atividades essenciais da instituição intrasindical.

A Escola Sindical Chico Mendes na Amazônia tem um novo membro no cargo de diretor financeiro da instituição. Ele é de Manaus, Amazonas e se chama Jorge Garcia, 57 anos, sindicalista e integrante dos movimentos sociais no Estado.
Garcia foi eleito por aclamação, em assembleia realizada no prédio da Central Única dos Trabalhadores, Educandos, em substituição à sindicalista Rosi Matos, que deixa o cargo para exercer mandato de vereadora de Manaus, nos próximos quatro anos.
A Escola Sindical, que funciona na Rua Amâncio de Miranda, 244, Educandos, tem unidades espalhadas por seis estados da Região Norte – Pará, Amazonas, Rondônia, Roraima, Amapá e Acre. Embora a coordenação geral esteja concentrada em Belém-PA e a coordenação pedagógica em Porto Velho-RO, a entidade de formação de sindicalistas, com atuação fundamentada nos preceitos sindicais da CUT, tem atuação em igual tamanho em todos os estados nos quais mantém suas unidades.