13103450_1096075080415733_7016986307749988221_nO dirigente sindical do Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas (Sindmetal-AM) e secretário da Secretaria de Saúde do Trabalhador, Previdência Social e Meio Ambiente da Confederação Nacional dos Metalúrgicos (CNM/CUT), Ricardo Ferreira, participou de terça-feira (26) a quinta-feira (28), do Seminário Nacional de Saúde do Trabalhador, realizado nas cidades de Ouro Preto e Mariana, em Minas Gerais.

Dentre as atividades do Seminário, os participantes tiveram um momento em memória aos cidadãos e trabalhadores afetados pelo rompimento da barragem de Fundão, da mineradora Samarco, em novembro de 2015, considerado o maior desastre ambiental do país.

Durante os três dias do Seminário, os participantes visitaram Bento Rodrigues, subdistrito de Mariana, que ficou totalmente destruído após o acidente, debateram temas como desafios para saúde pública, determinantes sociais e ambientais do marco regulatório da mineração, os efeitos e desdobramentos do rompimento da Barragem de Fundão em Mariana, entre outros e fizeram uma homenagem em memória às vítimas de acidentes de trabalho da Samarco.

A data de 28 de abril é lembrada em todos os países como o ‘Dia Mundial em Memória às Vítimas de Acidentes de Trabalho’. Para o secretário de Saúde da CNM/CUT, Ricardo Ferreira, o dia 28 de abril é uma data para reafirmar a luta por condições dignas no local de trabalho. “O compromisso do movimento sindical é impedir e prevenir para que estes acidentes de trabalho não aconteçam”, afirmou o secretário.

Texto com informações do Fórum Sindical e Popular de Saúde e Segurança do Trabalhador, com informações da CNM/CUT