Foi o maior ganho real do Brasil, garante o presidente Valdemir Santana

“Foi o maior ganho real do Brasil”, garante o presidente Valdemir Santana

Depois de três dias de reuniões entre sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas e Sindicato das Indústrias do Polo Industrial de Manaus – PIM, foram superadas as tenções e fechado acordo que vai injetar mais de 35 Milhões na economia do Estado, a partir desse 1º de agosto.

O aumento ficou assim distribuído: 12% para quem ganha o piso salarial e 9,5% para os demais salários. Ou seja, os trabalhadores das indústrias eletroeletrônica, metalúrgica, duas rodas e magnéticos, tiveram 4,5% de aumento real mais o INPC de 6,5%. Somados esses percentuais aos salários dos 117 mil trabalhadores do PIM, chega-se facilmente à marca histórica dos R$ 35 Milhões, que serão gastos no comércio e com prestadores de serviços de Manaus.

Os trabalhadores metalúrgicos que recebiam o piso salarial R$ 950,00, com os 12% do reajuste, passarão a ganhar a partir de 1º de agosto, R$ 1.083,00 (piso). Trabalhadores dos outros seguimentos podem seguir a mesma regra, soma o salário atual com os 12% de reajuste e terão o resultado final.

Para o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, Valdemir Santana, foi uma vitória suada, mas que valeu a pena pelo volume injetado na economia do Estado, mas, também, no bolso do trabalhador. O acordo envolve outros ganhos, que serão anexados na sequência até o fechamento da Convenção Coletiva 2013.