Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

“Política Industrial Local”. É o que o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas (Sindmetal), Valdemir Santana, estará propondo nos próximos dias como ação do novo Governo do Estado.

Segundo o presidente, continuar com os incentivos fiscais para as empresas é extremamente importante para a economia local, porém, é preciso fazer uma ação específica para a geração de emprego e redução de demissões.

Santana defende mudanças nos Processos Produtivos Básicos (PPB) das empresas do Polo Industrial de Manaus (PIM) e sugere que o Governo do Estado intervenha nesse processo. “Além de dar os incentivos fiscais, o governo tem que exercer o papel de fiscalizador dessas empresas, cobrando mais benefícios para o trabalhador, mais admissões e de menos demissões”, enfatizou Santana.

De acordo com ele, este ano, as fábricas do PIM já dispensaram perto de 25 mil trabalhadores. As empresas Lenovo, Philco, Yamaha Dafra e Moto Honda foram responsáveis pela demissão de cerca de seis  mil pessoas. Para o dirigente sindical, o número de postos de trabalho no PIM deve ser menor este ano, em relação a 2013.