O decreto editado pelo presidente Jair Bolsonaro que reduz o Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) em até 25%  para a maioria dos produtos deve afetar negativamente a Zona Franca de Manaus. A medida foi publicada na sexta-feira (25) em edição extra do “Diário Oficial da União” (DOU).

A medida prejudica gravemente setores da Zona Franca de Manaus, o governo do presidente Bolsonaro assume uma posição contra a Zona Franca e contra os trabalhadores do Amazonas.

Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas, Valdemir Santana alerta “Com a perda de competitividade, as empresas que estão aqui, vão sair e colocar em risco os empregos gerados aqui em Manaus, em torno de 500 mil empregos gerados direta e indiretamente em Manaus, e todas essas vagas estão em risco com a redução do IPI, esse governo veio pra enterrar a Zona Franca de Manaus e beneficiar a elite brasileira”.

O presidente Jair Bolsonaro e o ministro Paulo Guedes decretaram a morte da Zona Franca de Manaus, indústrias da Zona Franca de Manaus devem sofrer com a medida.