Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

A dirigente do Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas, Marluce Ribeiro, será uma das representantes da região Norte a participar da construção de um projeto pioneiro que pretende oferecer creches para mulheres trabalhadoras de áreas rurais de todo o Brasil.

Nos dias 23 e 24, dentro da programação do III Seminário de Educação Infantil do Campo, que acontece em Brasília, Ribeiro fará parte de um Grupo de Trabalho composto por mulheres de vários estados brasileiros, que tem como objetivo apresentar estratégias para a expansão da política de educação infantil, creche e pré-escola que contemple mecanismos de convergência de programas e ações do Governo Federal, com foco no desenvolvimento integral de crianças de 0 (zero) a 5 (cinco) anos.

A sindicalista foi indicada pela Articulação de Mulheres do Amazonas (AMA), entidade parceira da Marcha das Margaridas capitaneada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura (CONTAG).

Segundo ela, o convite surgiu diante do trabalho positivo que a Secretaria de Mulheres vem desenvolvendo. “Nosso  sindicato possui uma certa experiência nesse serviço de creche oferecido aos trabalhadores e trabalhadoras do distrito industrial de Manaus. Estou muito feliz em poder contribuir com a construção desse projeto tão importante para as mulheres do campo”, enfatizou.

 

Sobre o III Seminário de Educação Infantil do Campo

Realizado pela Secretaria de Educação Básica e a Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (Secadi), o seminário tem dentre seus objetivos: Socializar as iniciativas de políticas públicas em curso e as propostas para a Educação Infantil no que diz respeito ao currículo, à infraestrutura e à formação de professores; Apresentar e debater dados existentes relativos à educação infantil do campo; Socializar o debate e mobilizar entidades que atuam na área da educação infantil do campo em suas múltiplas dimensões; Encaminhar para debate as propostas do Grupo de Trabalho para a política nacional de educação infantil do campo.