demissão-coaçãoO Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas (Sindmetal), por meio de sua assessoria jurídica, entrará com um processo na justiça contra a GBR, uma vez que a empresa se recusa a entregar o termo de rescisão de um trabalhador demitido.

Segundo informações da assessoria jurídica, a trabalhadora foi demitida sem justa causa e compareceu nesta quarta-feira (4), conforme agendado com a GBR, no Sindmetal para homologar a rescisão. No entanto, a empresa não compareceu ao sindicato e ao ser acionada, solicitou que o trabalhador se dirigisse a empresa, onde entregou somente a carteira de trabalho e se recusou a entregar o termo de rescisão.

Diante da situação, a assessoria jurídica do sindicato entrou em contato com a empresa, que novamente se recusou em entregar o documento que é de direito do trabalhador, mandando inclusive o sindicato entrar com o pedido do documento na justiça.

Para o presidente do sindicato, Valdemir Santana, esse tipo de atitude vai contra os direitos dos trabalhadores e por esse motivo a entidade está tomando todas as providencias cabíveis, inclusive com ação trabalhista e pedido de Mediação junto a MTE/SRTE-AM com audiência para os próximos dias.