O avanço do novo coronavírus, causador da Covid-19, que até segunda-feira registrou 32 casos no Amazonas, já impacta muito forte no polo industrial da Zona Franca de Manaus (ZFM).

As empresas Transire e Samsung já paralisaram suas atividades e, segundo o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas, Valdemir Santana, até o fim da semana outras fábricas param suas linhas de produção.

Para o sindicalista, esse cenário é preocupante pois a maioria das empresas define essas medidas sem a participação do sindicato.

“O sindicato não tem poder de polícia, mas é preciso haver o diálogo entre todos. Pois o trabalhador precisa de uma orientação de como proceder. O trabalhador vai ficar em casa sem dinheiro, sem nada? A empresa tem que dar as condições”, comentou.

Ele informou que está semana vai buscar um entendimento com as empresas instaladas no Polo Industrial de Manaus (PIM) para um alternativa que seja boa para todos, principalmente para o trabalhador.

Na segunda-feira, 23, a gigante Samsung anunciou a paralisação de suas atividades.

No domingo, quando o estado contabilizava 26 casos, a empresa Transire, fabricante das máquinas de cartão de crédito e débito, foi a primeira a paralisar todas as suas atividades.

FonteBNC Amazonas