Buracos nas pistas do PIM viraram caso de polícia

O Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas e a Central Única dos Trabalhadores (CUT), abrem artilharia contra os buracos do Distrito Industrial e lançam no próximo dia 06 de maio, a campanha “DI Sem Lenço e Sem Documento”, que tem como meta, a doação de Um Quilo de Barro por trabalhador, para tapar a “buraqueira” das pistas do Polo Industrial de Manaus – PIM.

O evento de lançamento da campanha coincide com a data da Convenção Coletiva dos Metalúrgicos, quando o presidente da entidade trabalhista, Valdemir Santana, pretende formular documentos reivindicatórios ao prefeito e ao governador, apontando a necessidade de reparos, urgentes, nas pistas de acesso do PIM.

Santana disse que há tempos vem denunciando a situação caótica do asfalto do Distrito Industrial, sem resposta das autoridades. Agora, ele está lançando uma campanha que serve, tanto para efetuar a “operação tapa buracos com barro”, como também, para chamar a atenção da população para o estado crítico em que está o asfalto do maior polo industrial da Região Norte/Nordeste.