O Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas (Sindmetal-AM) convoca todos os trabalhadores demitidos da Samsung que não receberam a PLR a comparecerem na quinta-feira (03), na porta da fábrica para pressionar a empresa a pagar os quase meio milhão de reais que deve a mais de dois mil trabalhadores.

Segundo informações de alguns trabalhadores, a empresa comunicou que estava fazendo o pagamento por ordem de pagamento no banco HSBC, no entanto, quando eles chegam lá, não existe pagamento algum.

Diante disso, o presidente do Sindmetal-AM, Valdemir Santana, pede que os trabalhadores se juntem ao sindicato neste dia, levando o número da conta corrente que deseja que a empresa faça o pagamento. “O sindicato vai abrir um espaço com a empresa para que ela atenda todos os trabalhadores que até agora não receberam o valor da PLR”, disse Santana.

O presidente também solicitou o comparecimento dos trabalhadores que foram demitidos com qualquer tipo de doença, para que o sindicato possa interferir nas demissões irregulares. “Independente da empresa abrir os protões ou não, nos próximos dias o sindicato vai fazer uma assembleia para evitar as mais de 700 demissões previstas para ocorrer na empresa. Queremos deixar o trabalhador ciente de que qualquer mudança no plano de saúde, alimentação, creche, deve ser feita após assembleia com os trabalhadores “, concluiu o presidente do Sindmetal-AM.