A aprovação de compensação de 4 dias, esse foi acordo fechado na última quarta-feira, 6 de junho, entre os trabalhadores da Yamaha, o Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas, Valdemir Santana e a direção da empresa.