Uma das melhores empresas para se trabalhar no Distrito Industrial, a Moto Honda agora é considerada como um “terror” para os industriários. Isso porque a empresa deixou de oferecer diferentes benefícios, principalmente, aos funcionários terceirizados.

“Já chamamos a empresa para solucionar todos esses problemas, mas não houve acordo”, disse o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas (Sindmetal-AM), Valdemir Santana.

Entre os problemas citados por Valdemir estão a redução no décimo terceiro salário, além da exclusão de serviços médicos e odontológicos e até mesmo a creche. “Apenas funcionários efetivos têm os seus direitos garantidos. Mas os trabalhadores temporários devem ter os seus direitos assegurados, conforme indica a lei”, ressaltou o dirigente.

De acordo com Valdemir, a direção mundial da Honda de rever os membros da diretoria que atua no Amazonas. “É um absurdo o que eles fazem com os trabalhadores. A Honda já foi uma excelente empresa. Agora, é um constrangimento atrás do outro para seu quadro funcional”, apontou Valdemir.

 

Fonte: Correio da Amazônia