As empresas do Distrito Industrial do Amazonas acordaram turbulentas hoje, 12 de dezembro, ao demitir mais de 500 trabalhadores, distribuídos em várias empresas do Polo Industrial de Manaus – PIM. É o presente de Natal “amargo” para muitos trabalhadores e a incerteza de que em 2013, essas vagas sejam reabertas.
Segundo o setor de Homologações do Sindicato dos Metalúrgicos, a Envision da Amazônia foi a que mais demitiu nas primeiras horas de hoje, contabilizando, até o meio dia desse dia 12/12, mais de 130 trabalhadores com rescisões contratuais de trabalho e fora das linhas de montagens do PIM.
Em seguida, veio a Nokia, com 90 demitidos, a Elsy com 40, a Yamaha com 30, a GKB da Amazônia com 20. Esses números foram contabilizados na parte da manhã. Agora à tarde, o setor de homologações está lotado com novas empresas homologando as rescisões contratuais de trabalhadores de companheiros com mais de um ano no emprego.
Mais tarde daremos os números finais das rescisões de hoje.

O mês de dezembro pode superar novembro no número de demissões no PIM.