WhatsApp-Image-20160719-1-1024x576Cerca de 70 mil trabalhadores do Polo Industrial de Manaus (PIM) vão receber até 10% de reajuste no salário do mês de agosto de 2016, injetando R$ 27 milhões de reais na economia do Amazonas.

Segundo o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas (Sindmetal-AM), Valdemir Santana, as negociações não foram fáceis, uma vez que o Sindicato Patronal levava o discurso da crise para as mesas de negociações. “O Patronal pensou que aceitaríamos o argumento de que com a crise econômica não seria possível reajustar os salários neste ano. Os empresários ofereceram inicialmente 0% de reajuste, depois chegaram a 5% e no dia 28 de julho, no dia da Assembleia Geral com os trabalhadores, ofereceram 8% de reajuste alegando que não poderiam oferecer mais nada”, desabafou o presidente.

Os trabalhadores reprovaram a proposta do Sindicato Patronal e aprovaram, em Assembleia Geral, que o Sindmetal-AM defendesse a proposta de reajuste salarial de 10%. Desde então, o presidente do sindicato, acompanhado pelos dirigentes sindicais da entidade, foram para o “chão de fábrica” mobilizar os trabalhadores e fazer “pressão nos patrões”.

WhatsApp-Image-20160719-1024x768

Todos os dias, cerca de 64 sindicalistas contavam com o apoio dos trabalhadores e paravam em frente aos portões das fábricas, demonstrando que estavam juntos e conscientes que a vitória só seria possível com a participação de todos os trabalhadores cruzando os braços.

Com isso, a classe trabalhadora demonstrou união e confiança, delegando a responsabilidade e liderança à diretoria sindical e ao presidente Valdemir Santana, para conquistar 10% de reajuste para mais de 70% dos trabalhadores das empresas do PIM e a manutenção da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), que são os benefícios mais importantes, como: plano de saúde, transporte especial, creche, alimentação e muitos outros benefícios conquistados através de muitas lutas.

Os trabalhadores de 176 empresas receberam informações da Campanha Salarial de 2016, através do programa de rádio A Verdade do Trabalhador, do Facebook, do site www.sindmetal-am.org.br e dos boletins informativos. “Estavam cientes da mobilização sindical, e as paradas programadas nas empresas Midea Carrier, Digitron, Eletrolux, Flex, Inventus, Bendsteel, Nissin, PST, Kawasaki e LG, foram fundamentais para a vitória da Campanha Salarial de 2016”, disse o presidente.

O aumento, varia de acordo com a faixa salarial.  A data-base da categoria é em 1º de agosto e as empresas devem começar a pagar nos próximos dias 15 e 30 de agosto o novo valor salarial. São entre 65 mil e 70 mil trabalhadores metalúrgicos, eletroeletrônicos, componentistas e de estruturas metálicas que vão receber de acordo com a tabela salarial.

VEJA A TABELA DO REAJUSTE POR CATEGORIA

À