“O Sindicato vai manter os trabalhadores informados, sobre o andamento das negociações com os empresários”.

A empresa fabricante de eletroeletrônicos, Phillips do Brasil, vai continuar operando em Manaus. A informação é da diretora executiva do Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas, Marluce Castelo Branco.
Para entender melhor, a Phillips havia vendido os seus ativos à empresa japonesa Funai Electric, com sede em Daito, Osaka, que é subsidiária da Funai Corporation, que atualmente trabalha com a marca Phillips em Manaus. Nas negociações e no contrato de venda, foi feita a exigência de permanência da marca Phillips e a empresa continuar operando em Manaus.
Os trabalhadores, segundo Marluce, fazem parte do pacote de negociações. A Phillips tem 500 trabalhadores nas suas linhas de montagem e a meta é a de contratar mais 80 em fevereiro e outros, gradativamente, nos próximos meses.
Com 27 anos trabalhando na Phillips, Marluce disse que está confiante nessa nova faze da empresa japonesa e que vai continuar lutando por benefícios. A empresa continua fabricando os produtos Walita e equipamentos hospitalares da Dixtal. Que segundo ela, é uma segurança de manutenção dos empregos existentes e a possibilidade de novas contratações.
Quanto a PLR, Maluce disse que foi alcançada a porcentagem máxima, ou seja, 100% da reivindicação. Hoje, o trabalhador da Phillips passou de R$ 1.650,00 para R$ 1.800,00 de PLR. Sendo que a primeira parcela de R$ 1.000,00 tenha sido paga em julho de 2012 e a segunda de R$ 800,00 paga no último dia 31 de janeiro de 2013. Na sequência dos acontecimentos, o sindicato vai manter os trabalhadores informados, sobre o andamento das negociações com os empresários.