Mesmo debaixo de forte sol, milhares de pessoas dirigiram-se até a sede da Gradiente, localizada no Polo Industrial de Manaus (PIM), onde enfrentaram uma grande fila, nesta quinta-feira (28), em busca de uma oportunidade de trabalho. A empresa começou a receber os currículos na sua portaria desde às 7h da manhã, e permaneceu recebendo até às 17h. Sem especificar para que funções se destinam as vagas, a Gradiente vai receber currículos também, nesta sexta-feira (29), no mesmo horário, das 7h às 17h. A expectativa inicial anunciada pela empresa, no último dia 20, é a geração de 200 empregos.

Ulian Batista foi uma das pessoas que foi até a Gradiente em busca de uma vaga. “Eu passei mais de uma hora na fila e depois entrei de novo porque um colega meu está chegando para entregar currículo também.

Ela conta que os dois estão desempregados, e, por isso, tentam emprego na empresa. “Nós dois estamos sem emprego formal. Eu trabalhei em fábrica de relógio por mais de três anos, depois trabalhei no restaurante da minha mãe, mas ela fechou, e agora estou trabalhando como cobradora de lotação, mas não é um trabalho com carteira assinada, então vim tentar algo melhor, até porque também estou fazendo faculdade”, disse ela.

O autônomo Ney Gomes também ficou sabendo que a empresa receberia currículos hoje, chegou por volta das 16h à Gradiente, e ficou surpreso com o tamanho da fila de espera. “Agora que estou vendo como essa fila está grande, mas temos que tentar. Pelo que eu conheço da empresa, ela já foi uma das melhores de Manaus, então, agora que ela está retornando, é uma boa oportunidade para tentarmos uma vaga. Espero que, por ela ser bem conceituada no mercado, consiga contratar bastante gente”, disse ele, que já trabalhou em empresas do distrito como a RCA, Springer e Samsung.

FONTE: A CRÍTICA