PIM-Suframa

Pela quarta vez este ano, o Codam (Conselho de Desenvolvimento do Estado do Amazonas) estará reunindo-se na próxima quinta-feira (1° de setembro) às 10h, no auditório da Seplan-CTI, para deliberar sobre uma pauta com investimento recorde estimado em R$ 3.228 bilhões distribuídos em 33 projetos industriais. A projeção é de criação de 2.822 vagas no mercado de trabalho no período de até três anos. A pauta da reunião está disponível, na íntegra, na página www.seplancti.am.gov.br item “Destaques”.
O destaque da nova pauta do Codam é o projeto de produção de bens intermediários da Boreo Indústria de Componentes, estimado em R$ 2.036 bilhões e mais de 900 empregos, para a fabricação no Polo Industrial de Manaus de placas de circuito montadas, unidades de armazenamento de dados e bateria para telefone celular.

Também na área de produção de componentes foi relacionado o projeto da Callidus Indústria e Comércio para a produção de placas de circuito montadas avaliado em R$ 46 milhões e 97 empregos. Será submetido aos conselheiros o projeto de produção de resina termoplástica da PT Indústria de Embalagens no valor de R$ 12 milhões. A maior parte dos investimentos relacionados na pauta da 263ª reunião do Conselho está direcionada para a produção de componentes -um total de R$ 2.751 bilhões. A produção de bens finais soma R$ 477 milhões.

A Videolar-Innova encaminhou projeto para a produção de chapa, folha, fita e película de plástico expansível no valor de R$ 280 milhões e 98 empregos. A Masa da Amazônia apresentou projeto para a fabricação de telefone celular estimado em R$ 73 milhões e 104 vagas no mercado de trabalho.

A última reunião do Codam foi realizada em junho deste ano, e resultou na aprovação de 40 projetos industriais, um deles em pauta suplementar, com investimento total de R$ 914 milhões e 1.872 postos de trabalho. A pauta desta reunião do Conselho aprovou o projeto da Semp Indústria e Comércio, agora sem associação com a Toshiba, para a fabricação de TVs em cores e display de LCD a um custo de R$ 245 milhões com a promessa de gerar 410 empregos e o da Positivo Informática para a produção de máquinas de transações comerciais de débito e crédito com valor de R$ 189 milhões e 246 postos de trabalho.
No acumulado do ano, incluindo os investimentos apurados na 263ª reunião, que acontece no dia 1º de setembro, o Codam aprovou um total de 144 projetos industriais com investimento total projetado em R$ 6.130 bilhões e 10.200 postos de trabalho.

Fonte: Jornal do Commercio