Trabalhadores do Polo Industrial de Manaus estão denunciando ao Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas o descaso dos diretores das empresas em relação à pandemia do coronavírus, a principal preocupação das pessoas é com a possibilidade de serem infectadas pelo vírus. As denúncias falam de pessoas suspeitas de estarem doentes e frequentando o ambiente de trabalho, empresas não estão fornecendo materiais de higienização e álcool em gel e nem EPI’s (equipamento de proteção individual) para os funcionários e nem respeitando as orientações dadas pelos órgãos de saúde e vigilância sanitária, os trabalhadores estão sendo obrigados a trabalhar mesmo com casos confirmados de Covid-19 dentro da empresa, recebemos uma denúncia de um trabalhador informando que a empresa retornou ao trabalho e que estão dando 1 (UMA) máscara a cada trabalhador para ser usada durante 1 (UMA) semana, inadmissível essa atitude por parte da empresa. O Sindmetal-AM recebeu denúncias das empresas FOXCONN, CAL-COMP, FLEXTRONICS, TSE BRASIL e INVENTUS POWER.

 

Valdemir Santana, presidente do Sindmetal-AM destaca duas situações gravíssimas, a primeira é o fato de ter empresa do Distrito Industrial com vários trabalhadores infectados pela Covid-19 que estão praticamente abandonados, não estão recebendo a devida atenção do seu setor de saúde e assistência social da empresa, pois muitas empresas só vê o trabalhador como mão-de-obra que dá “lucro”.

 

A segunda situação é sobre as demissões que algumas empresas estão promovendo, sendo “desumano” as empresas demitirem os trabalhadores num momento como este que o mundo está vivendo essa pandemia. Santana está verificando as empresas que estão promovendo as demissões para divulgar a listagem com o nome de cada uma.