Empresas Tomatec e Qualitech, após várias denúncias, estão na lista das 12 piores empresas para trabalhar no Polo Industrial de Manaus

Suspensão de contrato de trabalho feito incorretamente, carga horária de trabalho irregular, não tem ambulância, não tem assistência médica para todos trabalhadores, não paga a PLR (Participação nos Lucros e Resultados) corretamente, os trabalhadores fazem hora extra, é colocado no banco de horas e não recebem, não tem creche para os (as) filhos (as) dos (as) Trabalhadores (as), e assim é o dia a dia dos trabalhadores em pelo menos 12 empresas no cenário industrial amazonense.

As denúncias chegaram ao Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas sobre a empresa Tomatec, de que a alimentação está ruim, com “café: pão com margarina das piores”, o trabalhador não pode ir ao bebedouro tomar água, eles dão garrafas plásticas pequenas que o líder enche de hora em hora, não há ventilação e o ambiente fica muito quente para os trabalhadores, o piso salarial é de R$ 1.060,00, o horário de trabalho estabelecido é de segunda a sábado – das 7h00 às 15h05, o segundo turno – das 15h10 às 23h00, as câmeras de vigilância em todo lugar da fábrica até na entrada do banheiro e para ir ao banheiro é preciso pegar um crachá com a líder. O horário do almoço apenas 45 minutos e não há área de lazer e nem área de descanso; não há convênio médico e nem PLR e se faltar é demitido, relatos das denúncias feitas por trabalhadores da empresa Tomatec ao Sindmetal-AM.

A empresa Qualitech entre inúmeras denúncias, a pior delas é que a maioria dos trabalhadores não tem a Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) assinada, negando aos trabalhadores seus direitos e benefícios protegidos pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

P&G uma das maiores empresas do mundo em descartáveis, ainda continua o massacre em cima da classe trabalhadora aqui no estado do Amazonas, 50% da empresa é terceirizada, ganha 1 salário mínimo sem direitos trabalhistas, sem a fiscalização da Suframa, o Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas foi informado que a empresa não cumpre com a Convenção Coletiva de Trabalho, o sindicato se coloca como defensor dos trabalhadores da P&G, que troca os funcionários de regime integral por mão de obra temporária e terceirizada irregularmente, essa é a infeliz realidade na empresa P&G (antiga Gillette).

Na empresa Elgin, tem um gerente insano mandando fazer a revista no momento da jornada de folga do trabalhador, fazendo o trabalhador perder meia hora, a que ele tem direito, a revista tem que ser feita no horário da jornada de trabalho da empresa. Os trabalhadores estão sendo desrespeitados, com mão-de-obra irregular, carga horária errada, contrato de trabalho irregular, banco de horas sem acordo com o Sindicato, totalmente irregular a a empresa Elgin.

Veja a lista:

  1. BMW
  2. IFER
  3. LG
  4. MIDEA (CLIMAZON)
  5. PIONEER
  6. POSITIVO
  7. UNICOBA
  8. ELCOA
  9. P&G (ANTIGA GILETTE)
  10. TOMATEC
  11. QUALITECH

 

Trabalhar nas piores empresas, é um desafio diário, mas você trabalhador pode mudar esse cenário, DENUNCIE!

Não se acostume com a empresa tóxica!

Trabalhador! Fique atento aos seus direitos e se não forem respeitados, DENUNCIE ao SINDMETAL-AM, o sindicato da categoria metalúrgica!

Compartilhe:

Últimas Notícias

EDITAL DE CONVOCAÇÃO – ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA – UNIVERSAL ELECTRONICS DO BRASIL LTDA.

EDITAL DE CONVOCAÇÃO – ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA – DAIKIN AR CONDICIONADO AMAZONAS LTDA.

ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA – ARDAGH INDÚSTRIA DE EMBALAGENS METÁLICAS DO BRASIL LTDA.

DESTAQUES

EDITAIS

SINDICATO DOS METALÚRGICOS DO AMAZONAS

Somente MENSAGEM VIA E-MAIL!
Atendimento – Segunda a sexta-feira: 9 às 12h00 e 14 às 17h00
ouvidoria@sindmetal-am.org.br