O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, Valdemir Santana, está cobrando explicação das empresas a respeita da nova onda de demissão.

As industriam do Polo Industrial de Manaus – PIM não estão contribuindo para melhorar o quadro sombrio visto no final de 2012, quando o Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas contabilizou mais de 24 mil homologações e registrou, no computo final, algo em torno de 18 mil demissões nas indústrias do Amazonas.
A primeira notícia de demissão de 2013 vem da Samsung da Amazônia, que já comunicou ao Sindicato dos Metalúrgicos a demissão de 200 trabalhadores na próxima quarta feira, 30. Os mesmos trabalhadores que estavam de férias coletivas no final de 2012.
No dias 03 e 04 de fevereiro, será a vez da Moto Honda da Amazônia mandar para casa os menores aprendiz, por término de contrato e, em seguida apresentar a lista de funcionários que pretende demitir do seu quadro normal. Os números de novos desempregados da Honda ainda não foi fornecido ao Sindicato.
Para o presidente do SindMetal, Valdemir Santana, não existe explicação para essa nova onda de demissão no PIM. Ele está entrando em contato com a direção das empresas para cobrar um posicionamento. A previsão do setor de Homologação do Sindicato é que o mês de janeiro feche com aproximadamente mil demitidos no PIM.