Festa democrática nos 80 anos do Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas.

Festa democrática nos 80 anos do Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas.

O prefeito Artur Neto é homenageado pela diretoria do Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas, durante a festa dos 80 anos de fundação da entidade sindical, ocorrida ontem, 30, no auditório principal, na Avenida Duque de Caxias, Praça 14 de Janeiro. Estiveram presentes ao evento a vereadora Rosi Matos (PT), Professor Bibiano (PT), o Procurador do Trabalho do Amazonas Dr. Audaliphal Hildebrando da Silva, sindicalistas e trabalhadores.

Arthur recebeu uma placa comemorativa aos 80 anos de existência do Sindicato dos Metalúrgicos, das mãos do presidente Valdemir Santana e da vereadora Rosi Matos (PT).

O prefeito fez um acalorado discurso afirmando, que foi recebido com fraternidade e que estava se sentindo em casa. Disse ainda que admira a capacidade de diálogo do presidente do Sindicato, Valdemir Santana, e o seu espírito democrático, ao conversar com todas as forças políticas e não políticas, mas com o fim único de atender as classes trabalhadoras, a qual representa.

Falando sobre a Entidade de Classe, Arthur parabenizou todas as categorias de trabalhadores e, em especial, a luta diária dos metalúrgicos. Para o prefeito, independente de agremiação partidária, todos os amazonenses, todos os trabalhadores querem o bem de Manaus e, isso é que é importante. Ao finalizar, disse que as portas da Prefeitura de Manaus estão abertas a todas as categorias de trabalhadores.

Diante da disponibilidade do prefeito em dialogar com os trabalhadores, Valdemir Santana, também destacou a luta do Sindicato pela qualidade de vida no chão de fábrica e a luta para se conseguir vagas nas creches aos filhos dos trabalhadores. Santana cobrou do prefeito o compromisso assumido em campanha, em construir mais creches e casa própria para os trabalhadores do Distrito Industrial.

Sobre os ganhos da categoria, Santana resaltou que os Metalúrgicos tiveram o maior reajuste salarial do Brasil, em 2013. Foram 5,5% de ganho real mais a inflação do período, estimada em 6,19%. “Os metalúrgicos representam a categoria mais forte e importante do Amazonas e a segunda maior do Brasil, ficando atrás somente dos metalúrgicos do ABC Paulista”, alfinetou.

Valdemir disse que se for preciso, vai à Prefeitura falar com o prefeito, mas para buscar benefícios para os trabalhadores das categorias as quais representa.

photo 2 photo 3 Sem título-1photo 1 Sem título-2