Dados do IBGE mostram que em julho, Estado obteve o quarto melhor desempenho do País.

Dados do IBGE mostram que em julho, Estado obteve o quarto melhor desempenho do País.

Manaus – A indústria do Amazonas mostra recuperação no ano com produção 10,2% maior em julho na comparação com o mesmo mês de 2012. O resultado foi acima da média nacional e o quarto melhor desempenho do País, aponta o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No acumulado do ano, o Amazonas também apresenta índice positivo.

Alguns setores tiveram ritmo industrial mais satisfatório em julho deste ano. É o caso dos equipamentos de transporte, onde se incluem as motocicletas do Polo Industrial de Manaus (PIM). O segmento cresceu 53,35% frente a julho de 2012. Já em relação a junho deste ano, o segmento continua em queda. O resultado foi 40,7% menor.

A explicação é uma ‘pequena melhora’ na produção de grandes empresas e importantes setores do PIM, analisa o vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam), Nelson Azevedo. “Começou por meados de julho, sentimos que houve uma pequena melhora, uma estabilização”, disse. O segmento de Duas Rodas e a produção de condicionadores de ar são apontados como os que sofreram a ‘relativa melhora’.

No ano, o índice de 3,3% de crescimento mostra que a indústria está com resultados mais positivos que os de 2012, avalia Azevedo. A preocupação é saber se o bom resultado vai se manter. “As empresas estão nessa expectativa. Sentimos que houve melhoria na economia regional, mas ficamos naquela situação, ninguém sabe se é coisa de momento, se é bolha e se vai continuar”, afirma. Ele acrescenta que a indústria deve ter precaução.

Equipamentos de instrumentação médico-hospitalar e ópticos com crescimento de 10,18%, borracha e plástico (10%), refino de petróleo e álcool (488,77 %) e alimentos e bebidas (6,64%) também apresentaram um ritmo produtivo maior em julho de 2013 na comparação com o mesmo período do ano passado.