Mais Empregos

As estatísticas da 263ª reunião do Conselho de Desenvolvimento do Estado do Amazonas (Codam), realizada na manhã desta quinta-feira (01) na Secretaria de Estado de Planejamento, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (SEPLAN-CTI), mostram que apesar do momento de crise econômica, os investimentos vem crescendo em relação aos meses anteriores – foram R$ 2,317 bilhões a mais que no mês de junho . No geral, os conselheiros aprovaram 34 projetos industriais estimados em R$ 3,231 bilhões e 2.834 vagas no mercado de trabalho ao longo de três anos.

“No meio da crise, num momento em que o Estado sofre mais com ela, paradoxalmente nós temos uma reunião que trouxe a maior quantidade de projetos e volume de projetos e criação de empregos. […] Os números mostram que nós começamos a superar essa crise. Isso nos traz alento, isso nos traz a clareza de que o Polo Industrial de Manaus (PIM) tem ainda um longo caminho pela frente e que nós vivemos uma situação absolutamente conjuntural”, afirmou o secretário da Seplan-CTI, Thomaz Nogueira.

Crescimento

A atração de produtividade de celulares e bens de informática indica um crescimento do setor na Zona Franca de Manaus (ZFM). De acordo com a superintendente da Zona Franca de Manaus (Suframa), Rebeca Garcia, um estudo foi iniciado para atrair mais empresas para produzirem celulares no Pólo Industrial de Manaus (PIM) e transformar em um pólo qualificado de celular.

“Há uma consolidação muito boa no sentido de consolidação do pólo de componentes para a informática especialmente na produção de placas, onde nós já somos o maior fabricante do Brasil. Isso adensa nossa cadeia, pois é um insumo básico para a produção de computadores, de placas de celulares, televisão”, disse Nogueira.

Para Garcia assim como no celular, deve acontecer em outros segmentos aumentando a vantagem competitiva comparada ao restante do Brasil.  “A pauta é um indicativo que a indústria passa a investir um pouco mais, passa a acreditar um pouco mais”, assegurou.

Fonte: Jornal A Crítica