Desde o mês de outubro de 2014, logo após as eleições, o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas (Sindmetal), Valdemir Santana, vem tentando conversar com o Governador José Melo para apresentar uma proposta que tem como objetivo reduzir as demissões de trabalhadores do Polo Industrial de Manaus (PIM).

Segundo Santana, essa conversa é necessária para que o Estado tenha uma ação específica para a redução das demissões. “Queremos apresentar uma saída política ao Governador para evitarmos demissões em massa no Amazonas”, declarou.

O presidente relembra que nos governos anteriores, principalmente durante a crise de 2008, o sindicato e o governo da época conseguiram implementar ações que evitaram a demissão de muitos trabalhadores das empresas do Distrito Industrial. “Nós só estamos insistindo porque estamos preocupados com o futuro de muitos trabalhadores e trabalhadoras do nosso Estado”, enfatizou Santana.

De acordo com ele, uma das propostas, que já foi discutida em nível nacional pela Confederação Nacional dos Metalúrgicos (CNM) e pela Central Única dos Trabalhadores (CUT), seria o impulsionamento das vendas de motocicletas, televisores e celulares por meio de empréstimos consignados.

“Continuaremos tentando conversar com o Governador José Melo sobre esse assunto, pois somos os representantes dos trabalhadores e é para lutar por eles que estamos a frente do sindicato”, desabafou o presidente do Sindmetal.