BMW MOTORRAD BRASIL

Valdemir Santana, Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, vem divulgar a denúncia de trabalhadores da empresa alemã BMW MOTORRAD BRASIL, que retira o direito dos trabalhadores como, direito a creche, a assistência médica, não tem ambulância na fábrica, não tem enfermeiro. Santana diz que dentro da fábrica é praticamente um campo de concentração, prejudicando a saúde dos trabalhadores.

Uma empresa que recebe todos os incentivos fiscais da Zona Franca de Manaus, isso é uma VERGONHA, uma empresa alemã fazer isso com os trabalhadores amazonenses.

Santana avisa aos trabalhadores desta empresa que nesta semana, o Sindicato vai entrar em contato com a empresa, e irá na fábrica com o Carro de Som pra chamar atenção dos empresários sobre os direitos dos trabalhadores.

 

SUZUKI J. TOLEDO

Sindmetal-AM também denuncia: outra empresa é a  SUZUKI J. TOLEDO que tem um dos maiores índices de benefícios fiscais da Zona Franca de Manaus também não paga a creche para os filhos dos trabalhadores, quer pagar uma PLR ridícula aos trabalhadores, não tem ambulância, não dá assistência médica o necessário para os trabalhadores e trabalhadoras.

Empresa de motos, um dos setores que mais cresceram nesse ano na Zona Franca de Manaus.

 

MOTO HONDA, LG, PHILCO, TRANSIRE, MIDEA, KALCOMP, ELECTROLUX

Valdemir Santana, avisa a todos os trabalhadores que trabalham na MOTO HONDA, LG, PHILCO, TRANSIRE, MIDEA, KALCOMP, ELECTROLUX e em outras empresas do Polo Industrial de Manaus, a todos as pessoas que trabalham no setor industrial do Sindicato dos Metalúrgicos, e que estão como MÃO DE OBRA TEMPORÁRIA  e  tem direito a receber a PLR (Participação nos Lucros e Resultados) a mesma que a empresa paga aos trabalhadores efetivos.

Se você trabalha nessas empresas citadas ou em outras, tem DIREITO de receber a PLR (Participação nos Lucros e Resultados), se a empresa não pagar, AVISE o Sindicato.

Para todas as empresas que tem Mão de Obra Temporária, a regra geral é de no máximo “seis meses trabalhados”, VOCÊ trabalhador que trabalha em uma dessas empresas e não está tendo seus direitos RESPEITADOS, procure o Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas ou o Diretor do Sindicato para fazer sua denúncia.

Todos VOCÊS (Mão de Obra temporária) tem DIREITO a PLR igual ao valor que os trabalhadores efetivos recebem, e se você trabalha mais de seis meses já é pra transformar em tempo indeterminado.

 

Valdemir Santana: “pedimos que os trabalhadores continuem denunciando essas irregularidades”. É dessa forma que iremos garantir os direitos trabalhistas de cada trabalhador, a ação sindical tem sido fundamental ao longo da história para assegurar conquistas dos direitos trabalhistas no Brasil.

Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas e o TRABALHADOR – Juntos SOMOS MAIS FORTES!!!