Essa é uma prática que ocorre durante as entrevistas e testes de seleção realizada por empresas terceirizadoras de mão de obra das indústrias, diretamente.

Na véspera do dia 1º de Maio a vereadora Rosi Matos (PT) homenageou todos os trabalhadores do mundo e apresentou a plenária um vídeo referente ao problema do limite de idade na contratação de mão de obra que acontece nas empresas do Distrito Industrial, o tema foi colocado para debate na Câmara Municipal de Manaus – CMM.

Segundo a parlamentar a dicotomia na atualidade é defender o modelo Zona Franca de Manaus – ZFM e, ao mesmo tempo proteger os trabalhadores das irregularidades praticadas pelas empresas do pólo industrial. “É uma discriminação que ocorre e é praticada durante as entrevistas e testes de seleção realizada por empresas terceirizadoras de mão de obra ou pelas indústrias diretamente” salientou.

A realidade é que longas filas são formadas em busca de uma vaga de trabalho no DI de Manaus e devido o mercado ser cada vez mais competitivo um de cada quatro pessoas sente falta de oportunidades de emprego e conseguir uma vaga tendo a idade acima dos trinta anos fica ainda mais difícil segundo dados do Sistema Nacional de Emprego (Sine Manaus).

Preconceito e discriminação

É na hora do recrutamento entre os trabalhadores jovens e os adultos que acontece a discriminação, na hora de contratar os futuros industriários. É com esta atitude negativa na seleção para o trabalho onde se verifica que os mais novos são encaminhados para fazer exames médicos e aqueles com idade superior a trinta (mulheres) e trinta e cinco (homens) são orientados a aguardar o contato da empresa.

A parlamentar finalizou explicando que embora sem obter grandes resultados, o Sindicato dos Metalúrgicos e a Central Única de Trabalhadores (CUT) vêm combatendo essa prática preconceituosa há muito tempo, mas ainda há muita luta para acabar com esta discriminação e garantir os direitos dos trabalhadores de Manaus, entretanto, o sentido da denúncia realizada por ela na Câmara Municipal pretende chamar atenção dos vereadores sobre a gravidade do  constrangimento de limite de idade que afeta os trabalhadores adultos.